terça-feira, 7 de março de 2017

Resenha de O filho do Imperador de Camila Antunes

Hoje é aniversário da escrito Camila Antunes \o/ Parabéns para você, querida. Que hoje seja um dia muito especial na sua vida e que você conquiste mais e mais nessa sua vida!
E, atrasada aqui, a resenha de O filho do Imperador. Um romance do Novo Mundo que vem recheado de amor e fé.

Você pode comprar esse livro entrando em contato com a Camila através de seu facebok ou pelo perfil no wattpad. 

Confira a resenha e sinopse abaixo: 


As antigas Américas, que já não existem, agora são um continente formado por diversos reinos e o Império de Lima que, situado ao sul da Linha do Equador, tornara-se a maior potência mundial daqueles tempos.
            De sorriso fácil e personalidade doce, Karen Orleans era uma princesa no pequeno reino de Vera Cruz. Sua vida era tranquila, mesmo depois da morte precoce dos pais. Até o dia em que tudo mudou. De repente, ela se vê obrigada a afastar-se de tudo que mais ama para casar-se com um homem a quem mal conhece. Nem mesmo o fato de que, em alguns anos, ele se tornaria imperador de Lima e, consequentemente, o homem mais poderoso do mundo, é suficiente para fazê-la aceitar abandonar sua família e a vida que conhecia.
            Diante da indiferença de seu irmão, o rei, aos seus sentimentos, Karen vai à Lima como fora planejado, porém, determinada a voltar para casa sem qualquer compromisso matrimonial.

            O que ela não previu, entretanto, é que a viagem seria mais longa do que esperava e que tudo, absolutamente tudo, pode acontecer durante o verão equatorial.


sábado, 4 de março de 2017

Sendo uma autora ou autor 1# Começando uma história

A estreia o novo bloco no canal para ajudar todos aqueles que necessitam de um empurrãozinho na escrita. Hoje vamos começar pelo básico do básico, só algumas informações para incentivar a escrita para todos vocês que a desejam. 

Nesse vídeo falei rapidamente sobre o registro de obras na Biblioteca Nacional, já postei um vídeo no canal falando sobre isso, não esqueça de conferir. 



quinta-feira, 2 de março de 2017

Resenha de A um solo do amor de Ester Costa

Quarta-feira (eu sei, já é quinta) é dia de resenha de um livro que li online em alguma das plataformas de escrita. Dessa vez é A um solo do amor que vai retratar a vida de Ellie, uma dançarina que através do enredo bem trabalhado nos apresentará a magia do palco de ballet e da diversão do circo. 

Você pode encontrar A um solo do amor online no Wattpad  e conferir as novidades sobre os livros da Ester Costa pela página de Entre o Real e o Virtual.

Confira a sinopse e resenha logo a baixo: 



Ellie tinha duas escolhas: viver remoendo seu passado infeliz ou criar um novo presente e futuro para si.
Felizmente, ela escolhe a segunda opção.
Sua volta a capital pode trazer novos desafios e amores aos quais Ellie tem que estar preparada. Alex, um mágico encantador ou, Thomas, um homem de olhos misteriosos?
Porém, quem disse que decidir por seguir em frente impediria que seu passado voltasse a amedronta-la? Medos e sombras do passado tendem a retornar em sua vida...
Ellie está pronta para enfrentar os obstáculos e barreiras que aparecerão para desafia-la a buscar sua felicidade?

O amor está a um simples solo de ballet ou de uma acrobacia de circo?

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

FEVEREIRO E SUAS CONFUSÕES

Como prometi nas rede sociais e nos meus livros, está aqui a postagem da explicação do porquê do meu sumiço nesse mês de fevereiro.


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Pódio do 1° desafio

Foi tão, mas tão lindo esse pódio do primeiro desafio que me emocionei. Com muita honra que apresento à vocês o pódio que também é encontrado no perfil oficial do RealezaBR.

Em 1° lugar no pódio: A outra Fera de Mima Pumpkin

Em 2° lugar no pódio: Coroa e patins de Julia Matias

Em 3° lugar no pódio: O príncipe virou sapo de Liana Maia 

O mais popular Quem tem medo do lobo mau? de Laura Machado

E as menções honrosas vão para: Pena de negras de Bia Ruppini
                                                       A maldição da Aurora de Camila Antunes

                                                      Oceano profundo de Chris Mattei 
                                                      Cinderella Boleyn de Renata Pimente

Meus mais sinceros parabéns para todos os ganhadores, alias, para todos os participantes do concurso. Fiquem ligados no 2° desafio que está incrível!

Parceiras no concurso

Hey, meus não tão estranhos assim!

Hoje vou apresentar para vocês todos os contos participantes do primeiro desafio do RealezaBR que são da autoria das minhas lindas parceiras e o meu conto participante. Além de apresenta-los vou fazer um breve comentário, mas quarta-feira (08/02) vou estar postado a resenha de 10 contos, então fiquem de olhos bem abertos e aproveitem a novidade.

A jovem Bellatriz não imaginava que pudesse ser pega por uma maldição ao retornar ao jardim abandonado que ela tanto amava. No entanto, também não esperava ser pega por uma paixão eloquente que abraçaria todas as suas qualidades e, principalmente, os defeitos.O Marquês de Winchester estava condenado a uma maldição pela eternidade até que uma brecha apareceu em sua própria mansão, e ele estava determinado a não deixa-la escapar. Muito menos ao perceber que seu coração a exigia. 
Juntos irão redescobrir o significado da verdadeira beleza.

Comentário de Débora S Silva: Esse meu conto foi um tremendo desafio. Primeiro porque eu nunca havia feito a releitura de A bela e a fera, mesmo já tendo  imaginado algumas versões. Segundo e terceiro, o conto é narrado em terceira pessoa e se trata de uma ficção histórica. Foi com muito empenho que o conclui e espero experimentar mais vezes esse gênero literário.


Ella Singer teve seu destino mudado ao receber um convite para o baile mais aguardado da temporada...
Lorde Henry Phipps era o solteiro mais cobiçado da temporada e nada impediria a cruel lady Tremaine de juntá-lo à sua filha, nem mesmo a jovem costureira. No entanto, ninguém esperava que Ella fosse contar com a proteção de Pridence Singer para aventurar-se em uma noite mágica e repleta de surpresas.

Comentário de Débora S Silva: Pelo que sei é a primeira vez que a N N Amand disponibiliza um conto em que o gênero seja de ficção histórica. E, sinceramente, parece que ela escreveu esse gênero durante a vida inteira. Sem esforço algum nos transporta para o século XIX. Com muita leveza e desenvoltura ela nos transmite cada traço mágico de uma releitura de Cinderella.    
                   
O que o ouro não compra (No momento está passando por mudanças, mas logo estará online novamente!)
Por Naiara Aimeé

Audrey, uma jovem camponesa, vê sua vida mudar quando é levada para o palácio à força e obrigada a transformar palha em ouro. Ela tem certeza de que nada poderá salvá-la e que seu destino inevitável será a morte iminente  até que um homem charmoso e misterioso surge como um milagre, fazendo-a acreditar que nada, afinal, é impossível.

Comentário de Débora S Silva: O conto de fadas escolhido pela Naiara me surpreendeu muito, como a autora mesmo afirma esse conto é um dos que menos faz sentido. Mas, com Naiara, Rumpelstiltskin fez sentido, e muito! Com o toque doce da escrita da senhorita Aimeé, vamos seguir em frente com um romance apaixonante e com um final diferente!
                       

Todos diziam que elas tinham sorte de estarem na mesma universidade que o Príncipe Wolfgang, de terem a mesma idade, mesmos interesses e estarem sempre por perto. Estavam certos de que dali sairia sua nova namorada, talvez a futura princesa do país. Mas o príncipe tem outros planos para as garotas à sua volta e Scarlet não vai descansar enquanto não o fizer pagar por eles.

Comentário de Débora S Silva: Bom, com esse conto não tenho nem como tentar fazer um comentário curto, dele eu tenho que dizer tudo que penso!
Esse conto se trata de um assunto um pouco mais pesado do que os outros contos comentados aqui, mas também o que mais traz à tona nossa realidade. A história vai envolver um grupo de garotas que procuram a justiça, que ninguém as apoiou a ter, por liderança da última vítima do Príncipe Wolfgang, Scarlet Ridder.
Já no começo temos a leve ideia do que aconteceu com esse grupo de garotas, e também é mostrado o quanto Scarlet é um mulher forte e por culpa do príncipe se sente fragilizada. Laura nos transmite toda a injustiça e raiva que a personagem guardou para si. Nos sentimos revoltados ao ler aquelas palavras, não só por causa do envolvimento da escrita, mas, acredito eu, também porque sabemos que aquilo ali é real. Me senti com dever cumprido ao terminar de ler o conto e muito feliz por Laura tê-lo escrito, um encorajamento para muitas outras pessoas no mundo.
Em minha opinião, esse foi um dos contos que mais me surpreendeu pelo enfoque que leva. Também acho que muitos deveriam lê-lo não só apenas por ser surpreendente na escrita e pela autora nos envolver em tudo que ocorre, mas porque a autora nos diz uma coisa importante: a vítima não deve achar que a culpa de tudo que aconteceu é dela e nunca deixar o que houve ser impune. Claro que (spoiler aqui!) você não deve invadir um local e ameaçar alguém. Não!, e sim lutar para seguir sua vida com justiça, lutar pela justiça!                 
      


Um jovem orgulhoso vive sob as consequências da maldição de uma escolha. Seu destino já parecia traçado, quando uma figura misteriosa lhe bate à porta e o leva de volta ao passado.

Comentário de Débora S Silva: Mima sempre acerta no ponto sobre diálogos, sério! Não sei qual o segredo dela, mas é uma das autoras que mais nos transportam para a realidade do enredo em que lemos com seus diálogos (não só os diálogos, mas ook!). E esse aqui, meu Deus, abalou meus sentimentos. Com uma pitada de drama e de puro romantismo, nessa releitura de A bela e a fera a autora nos faz enxergar tudo por um ângulo diferente e talvez parar para pensar se uma das nossas protagonistas favoritas sempre esteve certa sobre seu futuro.            

Durante esse concurso Mima também escreveu mais três contos que são tão incríveis quanto A outra fera, esses são: A princesa errada, Um mundo ideal e Sua sombra
         

A jovem Noemi tinha uma vida normal. Digamos, quase normal. Até o dia do encontro com uma figura sinistra que apareceu em seu caminho e a... amaldiçoou? A moça, porém, aprendeu a conviver com as consequências desse infortúnio. Apaixonou-se pelo cara perfeito, que parecia corresponder aos seus sentimentos, conseguiu o melhor emprego... ou um trabalho tão bom quanto uma garota com sua formação podia querer, exceto por aproximá-la de uma maneira inconvenientemente exagerada de um certo príncipe ufano, a quem ela sabia, sem sobra de dúvidas, que era prudente evitar.

Comentário de Débora S Silva: Estamos muito acostumados com a história de A bela adormecida. A Princesa Aurora sempre é a dorminhoca, mas, nesse conto, as coisas mudam um pouco e tudo fica bem mais divertido. Não tão divertido para nossa protagonista que passa por um tipo de provação, mas Camila não nos desaponta com sua escrita e nos traz mais um de seus romances contemporâneos, dessa vez com o toque da realeza para deixar tudo mais mágico do que já é!

A donzela e o lobo ( no momento está passando por alterações, mas logo, logo estara novamente online) 
Por Becca Bonetti

Em  uma  noite  de  inverno,  quando  a  neve  caía  densa  e  gélida,  Érik Alisdair Buxton foi  atacado pelas  feras  de  Altra. A Bruxa  queria  vingança  e  a  liberdade  dele  era  o preço a  ser pago. Três  garras  cortaram  sua  face  esquerda  quando  ele  se  negou  a render-se. Agora,  ele  possuía  a  marca  do  lobo  e  estava  destinado  a  acatar  as ordens  da  Bruxa  na  próxima  lua  cheia.  Contudo,  o  destino  é imprevisível;  o  desejo  mais  obscuro  de  Altra  torna-se  sua  sentença:  o lobo negro que  lhe  devia  obediência  é  incapaz  de  ser controlado. 

No castelo,  a  família  real  dormia  tranquilamente  no  momento  em  que um grito de  horror irrompeu pelos  corredores. Margaret Golding, a princesa, acordou sentindo  uma  dor  aguda  em seu peito. Parecia que  algo estava  rasgando-lhe  a  pele. Agora, ela  também  possuía  a  marca  do  lobo  e  estava  destinada  a carregá-la  até  o dia  em  que  a  profecia  se  realizasse.

Comentário de Débora S Silva: Esse foi o conto que mais apresentou um lado sombrio dos contos de fadas. E isso foi maravilhoso. Não vamos presenciar tanto assim do luxo da realeza, mas sim do sobrenatural, menos magia fofa e mais maldições. Tornou o conto único e o modo manso como a Becca descreve tudo deu um excelente clima para o enredo, nos envolvendo em uma nuvem de mistério e romance.


Marine se vê envolvida em uma grande aventura antes mesmo de se dar conta da veracidade de sua realidade.
De donzela a cavaleira, ela embrenha em meio a floresta na companhia de outras três realezas, e enfrentará junto delas, as criaturas mais inusitadas até se deparar com sua única chance de felicidade sob o poder de uma Guardiã desacreditada no poder do amor.
Será que Marine e suas companheiras conseguirão obter sucesso na missão a qual se submeteram?

Comentário de Débora S Silva: Nunca vi conto tão louco (no mais lindo sentido!) e bem montado, juro, esse superou! A autora Janah se inspirou inicialmente no conto de A pequena sereia, mas ela passou dos limites de um conto só, nos apresentando os  mundos dos outros contos de fadas e alguns detalhes a mais de sua própria imaginação. A narrativa é incrível e a escrita da autora só melhora todo o desenvolvimento do conto.



Espero que tenham gostado dos comentários sobre os contos e que isso os impulsione a ler cada um deles e é claro que não tem só esses contos onlines. Tem um mais lindo que o outro lá no wattpad, não se esqueçam de conferir! 

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Resenha de Um presente para Norah de Izabella Mancini

Voltamos com nossas resenhas semanais, dessa vez é um romance bem meigo. Adulto até certo ponto e um aprendizado incrível que acompanhamos junto de nossos protagonistas. Se preparem para grandes cenas de fofura. 

Confira abaixo a sinopse e resenha dessa linda história.



Pai solteiro de cinco filhos pequenos, Brandon Woods já não tinha esperança com as mulheres. Quando Leonora Raind cruza seu caminho uma centelha acende em seu gelado coração, porém Brandon não imagina os segredos por detrás da mulher que encantou seus filhos e lhe trouxe de volta a vida.   


Leonora Raind deixou a vida de atriz para trás, abandonando um império de riqueza e fama em busca de tranquilidade e autodescobrimento. Refugiada em Sunland, uma pequena cidade interiorana, Norah tem os planos interrompidos quando se depara com uma garotinha perdida em seu jardim. Ao conhecer o pai da mesma, o jovem policial Brandon Woods, Norah tem seu segredo posto a prova. Seria ela capaz de viver um amor de verdade?

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Desafio 1 - Releitura de Contos de Fadas

Vamos lá, hora de acordar! Se mexer e colocar tudo em ordem na sua cabecinha, porque o tempo está acabando! 

Atualmente só faltam nove dias para o termino das inscrições do primeiro desafio do RealezaBR, mas mesmo assim vou conversar aqui com vocês sobre ele, com o maior prazer.

O primeiro desafio é baseado em contos de fadas, melhor, seu conto precisará ser uma releitura de algum dos Contos de Fadas existentes (por pedidos as idealizadoras do projeto decidiram liberar Pocahontas e Mulan também!) e envolver a realeza nesse conto.


As inscrições terminam no dia 29 de janeiro e o resultado está previsto para dia 5 de fevereiro. Todos os ganhadores ganharão uma tag para a capa de seus contos. Eu tenho absoluta certeza que devem ser lindo. 

Como todo desafio existem regras a serem seguidas e você pode encontrar todas no próprio livro de desafios. Assim como o próprio perfil, eu anunciarei aqui no blog os contos vencedores e também farei breves comentários sobre os contos já lidos.

Usem da sua criatividade. Podem ser contemporâneos ou históricos, você decide! Contato que obedeça as regras do desafio, tá valendo. Pode ser pelo lado da vilã, uma nova personagem, pela da princesa, gente, viagem na maionese haha

Majestades, Altezas e todos os nobres aqui presentes, lhes desejo muita boa sorte no desafio.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Resenha - Contos de Natal

Vocês devem estar pensando "É brincadeira isso? Só agora que você está postando resenhas dos contos de Natal?". Mas não é brincadeira e eu sinceramente não me arrependo em nada de estar postando essas resenhas somente agora, porque as mensagens desses contos e a diversão trazida por outros deveria ser carregada por todo o ano.
Você pode conferir a sinopse destes contos em "Lista de desejos do Natal". E aqui em baixo as resenhas de cada um, boa leitura!

Sozinho no Natal
Por Priscila Carvalho
Um conto que eu acertei em cheio sobre as lágrimas que iriam escorrer pelo meu rosto. Sim, eu chorei e chorei feio. Meu pulmão quase explodiu, mas me recuperei e estou aqui para parabenizar a autora que escreveu com delicadeza e esperança sobre um garotinho de rua que nos mostra o que é viver e de forma realista como a sociedade faz uma exclusão a minoria, aos desprotegidos ou a quem quer que seja que nãos e iguale a eles financeiramente. É bem tenso, mas é lindo também. Acho que todos deveriam ler esse conto que carrega com tanta coragem uma mensagem linda.

Por um ângulo diferente, Janah nos envolve em um mundo completamente real e tortuoso, ela nos leva além da imaginação. Apresentando um ator que ganha um papel para representar um mendigo ao qual ele não tem experiência alguma, por sempre viver no conforto de uma casa luxuosa, nosso protagonista não sabe por onde seguir até ser orientado por sua irmã. Para ele a aventura vira realidade e abre seu coração assim como o nosso. Emocionante, com toda certeza!

Tudo que você precisa para um dia feliz e romântico poderá encontrar nesse conto. Com um toque de humor e personagens inesperados a autora nos leva por caminhos divertidos ao enredo. Ella é uma mulher que gostaria de curtir um verdadeiro Natal com neve dentro do próprio país, Brasil. Decidindo assim por viajar para o sul do país, ela terminar por descobrir que não importa o lugar que esteja e sim com a pessoa que vai estar ao seu lado.

Eu realmente morri de rir com esse conto, além de me surpreender de verdade com ele. Um conto que com humor e um certo ódio ao Natal, mostra Athena, mas conhecida como Enna, buscando algum motivo para não explodir a todos ao seu redor. Mas a magia do Natal se supera nesse certo ano e Enna vai criar uma teoria imperdível e romântica demais. O que mais deixou o conto irresistível é a citação de eventos da nossa cultura aos quais nos fazem cair na gargalhada. 

Não deixe o nome em inglês te enganar, é apenas uma referencia divertida ao conteúdo do conto. E essa capa é de conquistar, pois combina demais com a história. Vamos conhecer dois lados totalmente diferentes sobre o Natal. Um tapa na cara da sociedade, isso sim que você vão ler. Com um toque de humor, realismo e a magia natalina, a autora trás a tona a verdade de duas culturas diferentes e a diversão contida em cada uma delas, mas o que importa realmente em qualquer lugar que esteja.

Usando de uma temática que conhecemos de desenhos antigos, que estávamos cansados de ver todo Natal, Mima nos mostra que o passados, presente e futuro podem ser bem interessantes por meio de segredos revelados apenas nessa data tão especial que é o Natal. Para quem já acompanha a autora vai reparar talvez em alguns Easter Eggs, mas se você não acompanha vai querer acompanhar após se deixar conquistar por esse lindo conto. 

A louca das meias listradas
Por Pamela Guerardt

Trazendo a loucura da véspera de Natal a tona, a nossa querida autora nos envolve em um enredo divertido nas compras atrasadas de Natal, bem em cima da hora. Mostra também o quanto um atraso pode vir a calhar quando o romance de sua vida e uma nova amizade depende apenas do destino. Bem humorado com detalhes dos pensamentos de nossa protagonista, esse é um conto irresistível. 

Espero que tenham gostado das resenhas e que apreciem a leitura. Um grande abraço e um imenso beijo para cada um de vocês!

domingo, 15 de janeiro de 2017

Entrevista com Pamela Guerardt - Autora de A Dama Branca

Vinda de um mundo fantástico, Pamela Gueradt é a nossa primeira entrevistada do ano de 2017. Com muitos sorrisos e simpatia, Pam vai nos deixar conhece-la um pouco mais, assim como o mundo de seu livro, A dama branca.